top of page
Estampa Flavia Freitas Arquitetura.png
  • Foto do escritorFFA 360

O ativismo no DNA das marcas e seu impacto no varejo

No cenário atual, onde questões sociais, ambientais e políticas se tornaram temas centrais nas discussões globais, as marcas têm desempenhado um papel cada vez mais significativo como agentes de mudança. O ativismo de marca não é mais uma tendência passageira, mas uma força poderosa que está remodelando a relação de consumo. Neste post, exploraremos a importância do espaço físico representar o ativismo integrado à essência da marca, de maneira a gerar conexão com o público, transparecendo os objetivos e valores que a representam.


Marcas com representatividade social
The Body Shop, Shopping Pátio Paulista, espaço conta com um mural exclusivo da artista Tami Lemos, do movimento “Crie como uma Garota”.

Brand Activism e o Impacto no Comércio

Antes de mais nada, devemos destacar o que é o "brand activism", ou ativismo de marca, uma estratégia de marketing na qual empresas usam sua influência e visibilidade para se envolverem em questões sociais, políticas ou ambientais, muitas vezes alinhadas com seus valores e missão. Essa prática visa não apenas promover a marca, mas também fazer uma diferença positiva no mundo, abordando e apoiando causas importantes. Isso tem sido cada vez mais comum e pertencente às grandes marcas no mercado.


O Espaço Precisa Refletir o Propósito da Marca

Storytelling
Espaço destinado ao Storytelling na loja da The Body Shop, onde os clientes podem explorar a vertente ativista da marca, conhecendo suas campanhas de promoção de mudanças sociais em questões que abrangem desde igualdade de gênero até a oposição aos testes em animais para produtos cosméticos.

Um dos elementos cruciais do ativismo de marca é a capacidade de criar uma conexão genuína com o público-alvo. Para que esse impacto aconteça, precisamos garantir que o espaço físico reflita o propósito da marca de maneira autêntica e notável, através da arquitetura.


Quando falamos em integração do propósito da marca na arquitetura do espaço, estamos nos referindo a uma harmonia que vai além de apenas cores e logotipos. Cada detalhe do ambiente deve ecoar os valores e a missão da marca de forma coerente. Isso pode ser alcançado por meio de elementos marcantes que definem claramente o que ela representa.


Através do espaço físico, podemos usar o Storytelling para tornar tangível a mensagem e o propósito da marca. Aqui, temos a oportunidade de destacar de maneira impactante os pontos fortes e a relevância da mesma para a sociedade. Desde a entrada até os cantos mais remotos do espaço, a narrativa deve estar presente, contando história, princípios e valores.


Importante ressaltar que a integração do propósito da marca na arquitetura do espaço também vai além das palavras. É uma declaração visual e palpável do compromisso da empresa com suas crenças e valores. Não é apenas sobre o que a marca diz, mas também sobre o que ela faz e como isso se manifesta em seu ambiente físico.


A arquitetura e o design do espaço influenciam ainda diretamente a experiência do consumidor. Um ambiente que comunica claramente o propósito da marca pode criar uma sensação de pertencimento, de estar alinhado com algo maior do que apenas adquirir um produto ou serviço. Isso gera lealdade e transforma clientes em defensores entusiastas.


A Transformação do Comércio e a Consciência do Consumidor

Nos últimos anos, testemunhamos uma mudança profunda na maneira como os consumidores interagem com as marcas. Hoje, mais do que nunca, eles estão demonstrando um nível elevado de consciência social e ambiental. Seus reflexos são notáveis através da maneira de consumo da sociedade que tem estado cada vez mais consciente do tema, refletindo na preferência de compra por marcas com DNA consciente ao que é ético e moral, analisando a transparência sobre como o produto ou serviço é explorado, observando o cuidado com o meio ambiente ecológico e profissional, entre outros fatores.


Essa mudança não é apenas uma resposta à demanda do mercado, mas também uma oportunidade para as empresas demonstrarem liderança, construírem relacionamentos mais fortes com os clientes e contribuírem para um mundo melhor.


Abraçando o Futuro do Varejo com Estratégias 360

Soluções estratégicas para o varejo

Neste contexto em constante evolução, onde as marcas desempenham um papel fundamental no cenário do comércio, a integração do ativismo no DNA da marca e na arquitetura do ponto de venda não é apenas uma estratégia inteligente, mas também uma necessidade para crescer, prosperar e atender às crescentes expectativas dos consumidores conscientes. O futuro do comércio é, sem dúvida, moldado por marcas que se preocupam não apenas com o lucro, mas também com o propósito e a contribuição para um mundo melhor.


Estar familiarizado com o tema não é suficiente, a menos que seja aplicado à marca de forma notável para o público. Portanto, contar com especialistas no varejo e suas aplicações é fundamental para conquistar resultados assertivos e acompanhar as demandas da sociedade. Pensando nisso, nossa equipe está à disposição para um bate-papo com você e apresentar soluções viáveis para tornar seu espaço de venda alinhado com os valores sociais e morais da marca, potencializando seu crescimento no mercado de varejo.


Clique aqui e fale com nosso time.

O ativismo no DNA das marcas e seu impacto no varejo

Comentarios


Flávia Freitas arquitetura
bottom of page